Obra Social Casa Padre Damião

A OBRA SOCIAL CASA PADRE DAMIÃO, fundada aos 17 de maio de 1950, é uma instituição civil, religiosa e de assistência social, sem fins lucrativos, mantida pela Comunidade Paroquial dos Sagrados Corações e por inúmeros amigos benfeitores.

Reconhecida de Utilidade Pública Federal (Decreto nº 90.935 de 11/12/1985), seu Estatuto é regido pelo Código de Direito Canônico da Igreja Católica Apostólica Romana e pelas leis civis aplicáveis, segundo o novo Código de Direito Civil Brasileiro.

É regida por uma Diretoria Executiva formada por um Presidente, o Pároco da Paróquia dos SS.Corações e 6 (seis) membros, escolhidos de um Conselho Deliberativo composto de 22 (vinte e dois) paroquianos, eleitos em Assembléia Geral, para um mandato de 3 (três) anos. Conta também com um Conselho Fiscal de 3 (três) membros e 2 (dois) procuradores.

OBJETIVOS

Promover e socorrer, material e moralmente, pessoas carentes, sem discriminação de etnia, gênero, opção sexual e religiosa;

Proporcionar educação e ensinar, quando possível, às pessoas necessitadas, uma profissão através de cursos profissionalizantes;

Desenvolver atividades junto a crianças, adolescentes e jovens, proporcionando seu pleno desenvolvimento;

Amparar a velhice carente;

Promover junto às autoridades e a organizações privadas, tudo o que possa servir de amparo aos carentes, inclusive firmar convênios.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

IDOSOS

São atendidos, quinzenalmente, nas manhãs de sábado e conforme calendário, 140 (cento e quarenta) idosos carentes, devidamente inscritos e cadastrados, que recebem uma cesta básica, além de atendimento médico e dentário, com fornecimento de remédios, próteses e óculos. Nessas ocasiões realizam-se também outras atividades, como: orações, cânticos e palestras de grande utilidade para pessoas de idade. Em seguida é oferecida uma refeição, preparada por casais participante de Círculos Bíblicos do E.C.C., auxiliados por voluntários e voluntárias.

Nossos idosos são contemplados também com uma comemoração especial do Natal, quando recebem sacolas de presentes doadas por “madrinhas”, que também podem participar da comemoração.

RECREAÇÃO INFANTIL

A Recreação Infantil funciona de 7:30 às 16:30 horas, de segunda a sexta-feira, atendendo a 60 (sessenta) crianças carentes, com idade entre 3 (três) a 5 (cinco) anos, filhos (as) de empregadas domésticas, porteiros ou pertencentes a famílias de baixa renda que residam ou trabalhem no bairro da Tijuca.

A seleção é feita após inscrição e entrevista, com a comprovação de residência e emprego dos pais ou do responsável, obedecendo sempre ao critério da idade e da real necessidade, com prioridade para os mais necessitados entre os inscritos.

A Instituição fornece o material escolar e de higiene, 2 (dois) uniformes e 1 (um) agasalho, oferecendo ainda 3 (três) refeições/dia e uma permanente assistência médica e dentária.

Além do trabalho pedagógico, são desenvolvidas atividades diárias de recreação, teatro, música, vídeos e atividades religiosas.

Todas as datas cívicas ou de eventos religiosos de maior importância são dignamente lembrados e festejadas, com a participação de todas as crianças.

No Natal um “Papai Noel” entrega a cada criança uma sacola de presentes, doada por uma “madrinha” ou “padrinho”.

OUTRAS ATIVIDADES

Cessão de salas para reuniões e palestras dos grupos de auto-ajuda: NarcóticosAnônimos – Grupo VIDA e NAR-ANON;

Cessão das instalações para eventos pastorais e sociais da Comunidade, compatíveis com o Regime Interno da Obra;

Grupos de Artesanato em geral (trabalhos em tricô, crochê, bordados e tapeçaria) e de Enxoval para Bebês. Todos esses trabalhos são realizados por voluntárias;

Posto de Medicamentos para atender aos idosos e pessoas carentes, encaminhadas pelo Serviço da Fraternidade da Paróquia dos SS. Corações, mediante receita médica.

 

Venha nos visitar

Rua Desembargador Izidro, 123 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ – CEP.: 20521-160

Sede Própria – Tel.: (21) 2570-7833

 

“… Ainda que eu distribuísse todos os meus bens aos famintos, ainda que entregasse o meu corpo às chamas, se não tivesse a caridade, isso nada me adiantaria…”

(I Corintios 13)